Conheça os maiores custos das empresas do setor industrial

Mercado livre 9 out 2020

Conheça os maiores custos das empresas do setor industrial

O setor elétrico sustenta o funcionamento de inúmeros outros no Brasil, como o setor industrial. Mas a energia não é a única despesa da indústria, por isso, neste artigo falaremos dos maiores custos das industrias e vamos te ajudar a entender como reduzir esse gasto.

Ademais, a indústria vem aos poucos tentando se recuperar da retração causada pela pandemia do novo coronavírus que atingiu a economia como um todo. Então, entender os custos fixos e variáveis do negócio é o primeiro passo para uma recuperação sadia.

Se você quer entender mais sobre esse assunto e conhecer uma alternativa para reduzir despesas, continue lendo esse artigo.

Custos fixos das empresas do setor industrial

Antes de elencar os custos fixos, é importante destacar que o planejamento é indispensável num projeto de crescimento para a empresa do setor industrial. Assim, os levantamentos de despesas, receita e lucro podem ser a base para a projeção de investimentos futuros.

Os custos fixos da indústria são aqueles que não tem variação no decorrer do tempo. Dentre eles, podemos citar:

  • aluguéis (equipamentos e galpão);
  • serviço de limpeza;
  • segurança;
  • serviço telefônico;
  • salários de funcionários;
  • impostos fixos.

Mesmo sabendo que o aluguel é um custo que pode ser ajustado anualmente, ou caso a empresa mude para um espaço maior, ele é um custo fixo por não ter alteração mensal.

Despesas variáveis das empresas do setor industrial

Os custos variáveis oscilam a cada mês, de acordo com o consumo e fluxo de produção dentro desse período. Nesse sentido, esses podem ser o gargalo financeiro de muitas empresas da indústria. Veja a seguir quais são essas despesas:

  • conta de energia;
  • conta de água;
  • matéria-prima;
  • logística e distribuição;
  • comissões;
  • impostos sobre produtos.

O impacto da energia na indústria

Dentre os custos variáveis apresentados, a energia representa uma das maiores despesas da indústria. Afinal, ela é fundamental para o funcionamento de maquinário, sistemas e muito do que envolve o trabalho operacional.

Dessa forma, sabendo quais são as despesas fixas e variáveis, bem como a importância da energia para a indústria, entenda como é possível economizar nesse custo elementar para o desenvolvimento do setor.

Como economizar na conta de energia

O investimento em energias renováveis, como a fotovoltaica e a eólica, pode ser uma boa alternativa na busca pela economia de energia no setor industrial.

Mas uma dica ainda mais valiosa para esse mercado é verificar se a empresa possui demanda contratada para migrar para o Mercado Livre de Energia Elétrica.

Antes de tudo, o primeiro passo é observar se a demanda de energia é muito alta durante o horário de pico e, ainda, se é necessário o uso de geradores. A partir daí, é possível delinear as necessidades reais da empresa e partir para o Mercado Livre de Energia.

As vantagens dessa mudança são muitas para a indústria, dentre elas podemos citar:

  • economia: maior poder de negociação na hora da compra, permitindo comprar energia mais barato e com a mesma qualidade da sua situação atual;
  • mitigação de riscos: possibilidade de identificar variáveis técnicas, climáticas e financeiras que impactam o negócio;
  • previsibilidade: os valores estabelecidos no contrato permitem a previsão dos custos para os anos seguintes;
  • ampliação de resultados: a energia não utilizada pode ser comercializada.

Então, se a demanda contratada da empresa for de pelo menos 500 kW, ela pode migrar para o Mercado Livre de Energia e aproveitar esses benefícios.

Esperamos que esse conteúdo te ajude a entender melhor quais são os maiores custos das empresas que atuam na indústria e a melhor solução para a economia de energia.

Quer saber se a sua fatura de energia se enquadra no Mercado Livre? Entre em contato conosco, nos envie as faturas e vamos tirar todas as suas dúvidas. E, para ficar por dentro de mais conteúdos úteis para seu negócio, continua nos acompanhando nos nossos canais.


Continue lendo

Saiba tudo sobre o
Mercado Livre de Energia
Assine nossa newsletter.