No Mercado Livre de Energia CAERN prevê economia de 44 milhões

Mercado livre 11 nov 2020

O Mercado Livre de Energia gera economia e as grandes empresas têm provado desta realidade. Um excelente exemplo dessa realidade é a Companhia de Águas e Esgoto do Rio Grande do Norte (Caern), que migrou para o Mercado Livre de Energia e já prevê uma economia de R$44 milhões em 5 anos.

Roberto Linhares, diretor presidente da Caern, concedeu uma entrevista ao Jornal Tribuna do Norte, onde falou sobre o balanço contábil bastante positivo como resultado da eficiência da nova gestão.

Ao falar sobre as maiores transformações que estão sendo realizadas na companhia, Roberto Linhares deu destaque a adesão ao Mercado Livre de Energia.

No tópico a seguir você verá com mais detalhes o que o diretor presidente da Caern falou sobre o assunto. Confira!

 

CAERN no Mercado Livre de Energia

Segundo Roberto, a Caern estava numa situação financeira instável, sendo esse um dos pontos mais importantes no trabalho realizado por ele até o momento. Ainda de acordo com o presidente, as mudanças continuam acontecendo em todas as áreas da empresa, desde a área de pessoas, passando pela inovação tecnológica, em que a entrada no Mercado Livre de Energia tem sido um dos destaques.

Em relação ao Mercado Livre de Energia, por exemplo, a Caern tem feito a contratação de diferentes geradoras ou comercializadoras de diversas fontes de geração. Como comentamos no início, a mudança deve gerar uma economia mínima de R$ 44 milhões para a Caern, num período de cinco anos. 

Nacionalmente, a Companhia se destaca pelo número de unidades que farão uso dessa energia. Serão 60 unidades consumidoras, entre poços, estações elevatórias de água bruta ou tratada e estações de tratamento de água e de esgoto a serem abastecidos com energia do Mercado Livre. Robert ainda reforçou que, quando a Caern está economizando, é possível aumentar o lucro para reinvestir na prestação de serviço.

Toda a migração e acompanhamento da Caern no Mercado Livre de Energia está sendo realizada pela Ícone Energia. Nos próximos tópicos vamos falar um pouco mais sobre os bons resultados que têm sido gerados no Brasil e como é possível fazer parte desse movimento. 


Números recentes do Mercado Livre de Energia

Assim como a Caern, centenas de empresas no Brasil já estão economizando comprando e vendendo energia elétrica no Ambiente de Contratação Livre (ACL). De acordo com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), até setembro haviam 8.247 consumidores habilitados a negociar energia no ACL, o que representa um crescimento de 22% frente ao mesmo período do ano passado.

Em matéria publicada no Jornal Valor Econômico, foi destacado um forte movimento de migração de consumidores do mercado regulado (ACR) para o ambiente livre ao longo de 2020. Em média, são 150 novas migrações por mês em 2020, o maior volume desde o recorde registrado em 2016.

A jornalista Letícia Fucuchima ainda registrou que os números refletem o crescimento de 23,8% no número de consumidores especiais. O volume de consumidores livres, por sua vez, avançou 10,2%.

Em setembro, a CCEE registrou 1.049 processos em andamento para adesão ao ACL, um aumento de 44% no comparativo anual. Em paralelo, também vem crescendo o volume de agentes (consumidores, geradoras, distribuidoras, autoprodutoras e comercializadoras) no mercado livre. O mês de setembro fechou com 19.733 cargas com contratos no ACL, 31,2% acima do verificado em igual período de 2019.

No acumulado de 2020, a CCEE ganhou 1.532 novos associados, sendo 1.257 consumidores especiais e 92 livres. Também foram registradas 52 novas comercializadoras e 124 produtoras independentes de energia. Seis autoprodutores e um gerador a título de serviço público estão nesta lista.

 

Como migrar para o Mercado Livre de Energia Elétrica?

Os números comprovam os resultados positivos que o Mercado Livre de Energia tem proporcionado, tanto para quem compra como para quem vende energia. Por isso, separamos esse tópico para mostrar em linhas gerais como é possível migrar para esse mercado. 

Para fazer a migração para o Mercado Livre de Energia, existem alguns requisitos necessários. Por exemplo, é essencial uma análise prévia da viabilidade estrutural e contratual, além do estudo da viabilidade econômica, com a comparação das previsões de custo, utilizando tanto a energia do mercado cativo quanto do livre.

A partir disso, é importante seguir alguns passos:
  • Contratação de uma gestora, preferencialmente independente, que auxilie a empresa no processo de Adesão e Modelagem à  Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE);
  • Rescisão de contrato com a distribuidora do mercado regulado, lembrando que o Contrato de Compra de Energia Regulada (CCER), normalmente, tem vigência de 12 meses ou Contrato de Fornecimento. A rescisão deve ser feita com, pelo menos, seis meses de antecedência, evitando a renovação automática do mesmo;
  • Adequação dos medidores do consumidor ao padrão especificado pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, com instalação de sistema de telemetria, que possibilite a medição remota dos dados;
  • Previsão do consumo de energia, já que uma projeção inadequada pode expor o consumidor aos preços de curto prazo;
  • Compra de energia no Ambiente de Contratação Livre, garantindo os melhores preços e as melhores economias;
  • É importante que todo consumidor do mercado livre seja um agente da CCEE, ou seja representado por outro agente;

 

Depois de analisar a viabilidade econômica, o consumidor precisa iniciar o processo de migração com a denúncia dos contratos. Ele precisa ser assessorado, para evitar imprevistos, e se quiser antecipar a rescisão contratual, haverá multa pela antecipação do fim do contrato com a concessionária.

É importante destacar que, caso um consumidor livre queira retornar ao mercado cativo, a concessionária deve ser informada com cinco anos de antecedência. Esse prazo de retorno do cliente pode ser menor, a critério da empresa fornecedora.

Tudo isso que falamos até aqui pode ser acompanhado e gerido pela Ícone Energia. Sua empresa pode migrar para o Mercado Livre de Energia e começar a economizar com todo suporte e instrução necessária. 

Então, para saber mais sobre esse mercado e as soluções para economizar em energia elétrica, entre em contato conosco. Teremos prazer em conversar com você!


Continue lendo

Saiba tudo sobre o
Mercado Livre de Energia
Assine nossa newsletter.